Skip to main content
CARISMA.NEWS

follow us

Um casal de nacionalidade iraniana que havia entrado na Argentina na última terça-feira com passaportes falsos, se passando por cidadãos de Israel, foi preso na manhã de sábado na área de Abasto, em Buenos Aires, segundo o jornal La Nación .

A polícia de Buenos Aires cercou uma área de 40 quarteirões do bairro, para impedir a fuga dos suspeitos. O casal iraniano acabou detido em um hotel.

A Interpol confirmou que os passaportes usados ​​pelo casal não correspondem a cidadãos israelenses reais.

O homem preso, 27 anos, identificou-se como fotógrafo Sajjad Naserani. A mulher, alegando que seu nome é Mahsoreh Sabzali, 30, diz que ela é engenheira e arquiteta.

Ao serem presos, os suspeitos alegaram ter escapado de seu país através da Turquia, viajando para a Grécia - onde teriam enfrentado a expulsão como estrangeiros ilegais e depois chegado à Espanha, onde provavelmente obtiveram os passaportes israelenses falsos.

Com esses passaportes, eles voaram para a Argentina e chegaram na terça-feira passada no aeroporto internacional de Ezeiza.





De acordo com o La Nación, não é a primeira vez que casais nascidos no Irã tentam entrar clandestinamente na Argentina. Uma tentativa semelhante ocorreu alguns dias antes da cúpula do G-20 de 2018, quando um casal iraniano foi preso em Salta, tendo entrado pela Bolívia.

Veja Também:

Política de comentários: Por favor, escreva seus comentários que correspondam ao tópico das postagens desta página. Os comentários que contêm links não serão exibidos até que sejam aprovados.
Exibir Comentários