Skip to main content
CARISMA.NEWS

follow us

No seu primeiro dia de visita a Israel,  Jair Bolsonaro, anunciou a criação de um escritório de negócios na cidade de Jerusalém.

"O Brasil decidiu estabelecer um escritório em Jerusalém para a promoção do comércio, investimento, tecnologia e inovação " , de acordo com O Globo um comunicado conjunto divulgado por Bolsonaro e pelo primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu.




O presidente brasileiro, desta forma, ficou aquém de anunciar a transferência da Embaixada de Tel Aviv para a Cidade Santa, uma medida que alguns esperavam antecipadamente e que o próprio Bolsonaro havia anunciado em novembro.

O Brasil ainda não considera Jerusalém como a capital de Israel, mas seu possível reconhecimento gerou temores de represálias comerciais de países árabes para os quais o Brasil exporta grandes quantidades de carne bovina e de frango. Como se verificou, o dano econômico multimilionário associado seria um fator para o qual Brasília não deu esse passo.



No entanto, o presidente da nação sul-americana anunciou "uma nova era" nas relações com a nação hebraica, afirmando que ambos "podem alcançar grandes coisas juntos". Por sua vez, Netanyahu expressou sua esperança de que a transferência da missão diplomática eventualmente ocorra.

"Eu espero, e eu gostaria de acreditar que este [escritório] será o primeiro passo em direção a abertura da Embaixada do Brasil em Jerusalém, quando chegar a hora , " disse Netanyahu em declarações à imprensa, na mesma cidade.

Veja Também:

Política de comentários: Por favor, escreva seus comentários que correspondam ao tópico das postagens desta página. Os comentários que contêm links não serão exibidos até que sejam aprovados.
Exibir Comentários