Skip to main content
CARISMA.NEWS

follow us

O presidente Jair Bolsonaro concedeu passaportes diplomáticos ao bispo  Edir Macedo,a decisão consta numa portaria assinada pelo ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, e publicada no Diário Oficial da União nesta segunda-feira (15/04). A validade é de três anos.

Segundo a portaria, a concessão do passaporte diplomático se baseia no decreto 5.978, de 2006, segundo o qual "ao portar passaporte diplomático, seu titular poderá desempenhar de maneira mais eficiente suas atividades em prol das comunidades brasileiras no exterior".

De acordo com o decreto, o passaporte diplomático deve ser autorizado, no território nacional, pelo Ministro das Relações Exteriores, seu substituto legal ou delegado. Além de servidores que viajem em missão oficial, o documento pode ser concedido "às pessoas que viajem em missão relevante para o país, a critério do Ministério das Relações Exteriores". Entre as vantagens de portar o documento está a de ter acesso a filas especiais em aeroportos.

Embora muito comentada, a decisão não é inédita. De acordo com o Itamaraty, esta é a quarta vez que o bispo evangélico recebe esse tipo de documento. A primeira foi em dezembro de 2010, no governo de Luiz Inácio Lula da Silva. Depois, ele voltou a receber o passaporte diplomático em dezembro de 2011 e em janeiro de 2014 , ambas as vezes no governo de Dilma Rousseff.

Veja Também: