Skip to main content
CARISMA.NEWS

follow us

Asia Bibi deixa o Paquistão e chega ao Canadá

Asia Bibi, uma cristã paquistanesa condenada à morte por blasfêmia e liberta em 2018, depois de passar oito anos na prisão, viajou para o Canadá, onde se reuniu com sua família, relatou ao The Guardian o advogado de Bibi, Saif Ul Malook.

"Hoje é um grande dia, a justiça foi feita", disse Malook.

A chegada de Bibi ao Canadá pode pôs fim a nove anos de sofrimento para a mulher, que foi acusada em 2010 de blasfêmia contra o profeta Maomé. As acusações contra ela foram baseadas em declarações de seus vizinhos, que alegaram que Bibi fez comentários depreciativos sobre o Islã quando lhe disseram que não poderia beber água de um poço porque ele não era muçulmano.

O caso de Asia Bibi provocou uma enorme controvérsia no Paquistão. Depois de passar oito anos no corredor da morte, ela foi absolvida da condenação por blasfêmia em 31 de outubro de 2018, que causou protestos de grupos políticos e religiosos no país asiático. 

Alguns dos que ficaram do lado de Bibi foram assassinados, como um dos seus apoiantes mais conhecidos, o governador do Punjab, Salman Taseer, que foi morto pelo seu próprio guarda-costas. Desde a sua libertação, a mulher estava em custódia preventiva.

Malook disse que a chegada de Bibi para o Canadá, que ofereceu asilo tem sido possível graças aos esforços de ativistas, diplomatas estrangeiros e muitos outros, que "apoiou-a em seus momentos mais difíceis e trabalhou por sua liberdade".

Veja Também:

Política de comentários: Escreva seus comentários que correspondam ao tópico das postagens desta página. Os comentários que contêm links não serão exibidos até que sejam aprovados.
Exibir Comentários